Árbitro que apitou a final do Campeonato Pernambucano é esquecido pela CBF
Principal árbitro de Pernambuco na atualidade, José Woshington não consegue ter oportunidades a nível nacional
Da redação
Atualizado em 25/06/2017 às 00h:35


PERNAMBUCO – Quando assumiu o comando da arbitragem brasileira em entrevista ao Voz do Apito, Marcos Marinho garantiu que trabalharia em parceria com os comitês locais, “priorizando” os árbitros que trabalham com regularidade em seus estados. Porém não é isso que ao pé da letra o dirigente tem feito.

Tido como o principal árbitro de Pernambuco na atualidade, José Woshington foi um dos destaques da última edição do estadual. Entre clássicos e jogos decisivos, ele foi o responsável pelo primeiro jogo da decisão entre Sport x Salgueiro, na Ilha do Retiro, partida que marcou um novo momento na arbitragem brasileira onde os olhos do mundo estavam apontados para o nordeste do Brasil: foi quando pela primeira vez na história, utilizou-se a figura do “árbitro de vídeo” no futebol, o mesmo usado agora na Copa das Confederações.

Mesmo após fazer um campeonato impecável com apresentações acima da média, Woshington ainda não conseguiu ter a oportunidade de atuar ao menos na Série B do Brasileirão, fator que evidencia, neste caso, o deslize do Comitê de Árbitros da CBF com o nordeste.

Além de ser um árbitro de ponta com reais condições de estar na elite do futebol nacional, o pernambucano de 29 anos tem um dos melhores preparos físicos do Brasil. Oriundo de uma das federações que mais investem em arbitragem no país, é no mínimo um desrespeito com Pernambuco escalá-lo em cinco reservas seguidas.

Como justificativa, a CBF alega que o árbitro que atuou na decisão do Campeonato Pernambucano enfrentando a Ilha do Retiro lotada com qualidade e, em alto nível, não é escalado nas séries: A e B por pertencer a categoria “C e D” na seleção nacional dos árbitros.

Mesmo entristecido com o “esquecimento”, José continua treinando e se preparando em busca do esperado sonho de estrear na elite do futebol nacional passando assim ter o seu trabalho valorizado.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem




Deixe seu comentário
>> Nome:
>> E-mail:
>> Comentário:





Comentários

Ainda não há comentários para esta matéria. Seja o primeiro!

VOZ DO APITO
Todos os direitos reservados © 2008 - 2015