08/12/2014 | 11h:25

Falta de oportunidades




Carnaval já foi e logo chegará outro, copa do mundo também, Presidenta do País já reeleita, fim da Octoberfest aqui em Blumenau, agora, o Natal já está batendo à porta, e o que você fez de diferente do ano passado? As metas e desejos ficaram somente no papel?

Mudanças requerem atitudes, não basta saber, o que faz a diferença é a prática. Mesmo uma boa ideia, se não colocada em prática não vai passar de uma boa ideia.

Muitos reclamam da falta de oportunidade, mas alguém já disse: você pensou em criá-las? Isso mesmo, criar as oportunidades! Não espere tão somente cair do céu, vá ao encontro delas!

Por exemplo, aqui neste espaço onde a maioria de leitores de certa forma, estão envolvidos com a arbitragem de futebol, se o árbitro, iniciante ou não, esperar ser escalado para se preparar, já era!

Se o árbitro não é escalado, vá trabalhar voluntariamente apitando peladas nos campos de várzea, isso não é se rebaixar, isso também é um ato de amor, pela profissão, pelo esporte, por si mesmo. Quem ama se dedica independente de ser pago ou não.

Aqui talvez seja preciso resgatar aquela coisa chamada vocação, sim, eu acredito que como em outras profissões, que para ser árbitro de futebol há que se ter vocação, onde apito e árbitro se tornem UM!

Vejo e revejo, apenas citando um, a elegância de Paulo Cesar de Oliveira nos campos de futebol e hoje comentando a arbitragem,

está no sangue, na alma, e é claro, se você for conversar com ele, certamente houve e ainda há muita dedicação.

Então se dedique, se você for bom, sua chance chegará, meritocracia existe e está cada vez mais em moda (mas não é apenas moda!).

A possibilidade de fazer “um voluntariado” apitando peladas vai dar segurança também, vai criar uma intimidade maior com o apito, com a bandeira no caso de árbitro assistente.

Isso vale para todas as profissões, se não há em um primeiro momento oportunidades, crie-as, se ofereça como voluntário na sua área, a excelência vem com a prática, persista, persista, persista. Haverá sempre espaço para os talentos, independente da idade.

Acredite em você e siga seu coração!




VOZ DO APITO
Todos os direitos reservados © 2008 - 2015