Wilton Sampaio desencanta no Rio Grande do Sul e faz a melhor arbitragem do ano
Árbitro FIFA formado em Brasília comandou o jogo mais esperado do Campeonato Brasileiro entre Grêmio x Corinthians em Porto Alegre
Da redação
Atualizado em 26/06/2017 às 01h:25


RIO GRANDE DO SUL – Ele está longe de ser o melhor árbitro do Brasil, mas também não é o pior. No quadro internacional e pré-selecionado para ser reserva de Sandro Meira Ricci na próxima Copa do Mundo, a ser realizada na Rússia no ano que vem, o árbitro Wilton Pereira Sampaio, que inclusive é melhor que o árbitro da copa, contra todos os prognósticos parece ter desencantado na carreira. Com uma qualidade física exuberante e um desempenho técnico absolutamente impecável, aos 35 anos de idade acabou sendo o responsável pela partida mais esperada do Brasileirão até aqui.

O jogo levou milhares de torcedores à Arena do Grêmio onde o time da casa enfrentou o Corinthians pela 10ª rodada do nacional. Embora tenha sido exigido bem menos do que imaginou-se, Sampaio conseguiu segurar os ânimos fazendo a melhor arbitragem de sua carreira. Mesmo exagerando na “agressividade” ao aplicar os cartões, o que se viu em Porto Alegre na tarde de ontem foi uma arbitragem segura com altos índices de perfeição.

Wilton Sampaio formou-se árbitro em Brasília na década de dois mil, federação que o revelou para o futebol brasileiro. Porém após ter sido pisoteado politicamente por Sandro Meira Ricci que nunca conseguiu atingir a metade de sua qualidade técnica, não restou-lhe outra opção a não ser a de mudar de estado para entrar na FIFA. Foi então que em 2012 ele trocou Brasília por Goiás, federação ao qual trabalha atualmente.

Dono de uma carreira sólida, mas marcada por erros grotescos como a péssima atuação na decisão da Copa do Brasil entre Palmeiras e Coritiba, em 2012, Wilton Sampaio nunca foi um árbitro de ponta, mas com o passar dos anos e bem mais maduro, as suas apresentações tem sido eficazes, fator que justificou a sua indicação para o mais esperado jogo do ano. Além de assistirmos um futebol que há tempos não se via no Brasil, o jogo mostrou ao país o ressurgimento de um profissional que pode se tornar, com justiça, o melhor árbitro do ano caso mantenha a mesma envergadura até o fim da temporada.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem




Deixe seu comentário
>> Nome:
>> E-mail:
>> Comentário:





Comentários

Ainda não há comentários para esta matéria. Seja o primeiro!

VOZ DO APITO
Todos os direitos reservados © 2008 - 2015